quinta-feira, 27 de agosto de 2015

REUNIÃO DE PAIS E MESTRES

No dia de hoje, realizamos nos períodos da manhã e tarde as reuniões de pais e mestres.




 
Pauta da reunião: ACESSE AQUI



quarta-feira, 26 de agosto de 2015

ATRIBUIÇÃO DE AULAS 2016 - INSTRUÇÕES





CLIQUE AQUI E ACESSE AS INFORMAÇÕES SOBRE O 
PROCESSO DE ATRIBUIÇÃO DE AULAS 2016




PLANEJAMENTO 2º SEMESTRE









Sábado, dia 22 de Agosto foi de do re-planejamento 2016. Momento de estudo, reflexão e definição de ações e metodologias em favor da qualidade do ensino em nossa escola.



REMOÇÃO PEB II

Pertinente ao Concurso de Remoção – PEB II 2015, informamos que se encontra previsto para o dia 28/08/2015, a publicação da Classificação Geral, o Despacho das inscrições indeferidas, Portaria de retificação das vagas iniciais e o Comunicado estabelecendo o período de 28/08/2015 a 01/09/2015, para que os candidatos inscritos no Concurso em epígrafe solicitem, se necessário, RECONSIDERAÇÃO da inscrição. Solicitamos, portanto, atenção especial para que segue:                                      
               CANDIDATO:
1-      PRAZO:
Poderá solicitar RECONSIDERAÇÃO – via internet, iniciando-se às 8h00 do dia 28 de agosto de 2015 e encerrando-se às 18h00 do dia 01 de setembro de 2015 (horário de Brasília). 
2- Caberá RECONSIDERAÇÃO somente da INSCRIÇÃO:
               2.1- Caso tenha sido indeferida / UC e Deferida / Títulos,
               2.2- Da pontuação pertinente à avaliação de títulos, e
               2.3- Correção de dados pessoais e funcionais (somente após a alteração no cadastro funcional PAEF).

3-Procedimentos:
3.1-Acesso para consulta:
3.1.1 Digitar o Login e Senha, caso necessário, gerar nova senha clicando em “Obter Acesso ao Sistema”.
3.1.2-- Acessar no link “CONSULTAS”;
3.1.3- Clicar em “DOCUMENTO DE CONFIRMAÇÃO DE INSCRIÇÃO” e verificar atentamente os dados pessoais, funcionais e classificação.

3.2- Solicitar reconsideração
3.2.1-No link “CADASTRO”, clicar em “PEDIDO DE RECURSO/RECONSIDERAÇÃO” (INSCRIÇÃO);
3.2.2-Na sequência digitar no espaço “MOTIVO” a solicitação, pleiteada. Nesta página, além de dados pessoais e funcionais, verificar a pontuação dos títulos avaliados pela DE, clicando em “VISUALIZAR AVALIAÇÃO”;
3.2.3-Clicar em “CONFIRMAR”. 
               ALERTA – Após salvar a solicitação, não será mais possível ao candidato acessar ou alterar o requerimento de reconsideração. 
3.4- Entrega de documentação:
Feita a solicitação de reconsideração, se for o caso, entregar documentos ao Diretor da Unidade Escolar na qual tem o cargo classificado, somente serão aceitos documentos para fins de esclarecimento de indeferimento de União de Cônjuge, visto que não será possível juntada de documentos. 
              Obs. – NÃO HAVERÁ RECONSIDERAÇÃO PARA INDICAÇÕES - artigo 17 do Decreto 55.143/2009. 
UNIDADE ESCOLAR PROCEDIMENTOS:
É de competência do Diretor da unidade escolar receber os documentos referentes aos recursos apresentados pelos candidatos e entregar na Diretoria de Ensino, dentro do período determinado, sendo que não terá nenhum procedimento a ser executado no sistema GDAE, nesse período de reconsideração, via WEB.
Entregar até dia 02/09/2015 para a equipe de supervisores responsáveis: Célia Cavalheiro, Silvia e Pedro


sábado, 22 de agosto de 2015

DIA DO COORDENADOR PEDAGÓGICO



A revista gestão escolar  

Reuniu aqui  vídeos, projetos e outros recursos que auxiliam na formação dos professores e ajudam a acompanhar a aprendizagem dos alunos. http://gestaoescolar.abril.com.br/coordenacao-pedagogica/



quinta-feira, 20 de agosto de 2015

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

ABERTURA CADASTRO EMERGENCIAL - DE Campinas Leste

EDITAL de CADASTRO EMERGENCIAL – 2015

O Dirigente Regional de Ensino da D.E - Região de Campinas Leste comunica que estará aberto no período de 25 a 28 de agosto de 2015, o cadastramento, nos termos das Res. SE 75/2013 e SE 23/2012, de docentes e candidatos a contratação habilitados ou qualificados, que não possuam inscrição ou cadastro 2015 na DE Campinas Leste e pretendam ministrar aulas de todas as disciplinas regulares constantes das matrizes curriculares da Secretaria de Estado da Educação, para campos de atuação classes, aulas e educação especial.

I - Poderão se cadastrar conforme segue:
  • Docente Titular de Cargo de outra Diretoria de Ensino, para atribuição de carga suplementar de trabalho ou na situação de acúmulo de cargo/função
  • Docentes Estáveis e Ocupantes de Função Atividade (categoria F)
  • Ocupantes de Função Atividade (categoria F) de outra Diretoria de Ensino
  •  Candidatos à contratação (categoria O)
a)       Portadores de Licenciatura Plena;
b)      Portadores de Licenciatura Curta;
c)       Portador de Habilitação em Magistério;
d)      Aluno de Curso de Licenciatura a partir do 2º semestre do curso;
e)      Portador de Diploma de Bacharel ou de Tecnólogo (mediante a análise de carga horária mínimo de 160 h. da disciplina objeto da atuação);
f)        Aluno de Curso de Bacharelado a partir do 2º semestre do curso (mediante a análise de carga horária mínima de 160h. da disciplina objeto de atuação).

ATENÇÃO: Não haverá cadastramento de alunos do curso de Educação Física (vedação da Lei Estadual nº 11.361/2003), de bacharéis de Educação Física e de alunos do Curso de Pedagogia (que somente podem ministrar aulas após a conclusão do curso).

II – Para se cadastrar o candidato deve comparecer á sede da D.E. Região de Campinas Leste – Rua Rafael Sampaio, 485 (esquina com Rua 1º de março) - Vila Rossi - Campinas –SP, no horário das 8:30h às 11:30h e das 13:30h às 16:00h, na sala 13 – Plantão da Supervisão, portando os seguintes documentos (original e cópia):
·       Diploma e Histórico Escolar (para curso concluído)- caso o interessado ainda não possua o diploma, poderá ser apresentado certificado de conclusão e histórico (certificado até 2 anos passados da conclusão – depois deste prazo é obrigatório apresentar diploma)
·       Comprovante de matrícula e de freqüência, acompanhado de Histórico Escolar, atualizados e devidamente assinados pelo responsável da instituição de ensino superior (no caso de aluno de curso de licenciatura ou bacharelado), não sendo válidos documentos simplesmente impressos diretamente da internet ou boletos bancários. No comprovante deve constar nome do curso, modalidade (licenciatura ou bacharelado), duração do curso (semestral ou anual), e o ano/semestre em que o aluno encontra-se matriculado.
·       RG e CPF
·       Tempo de Serviço na SEE/SP – CTA atualizada (se houver)
·       Comprovante de dependentes – certidão filhos menores ou dependentes declarados no Imposto de Renda (se houver).

No caso de dúvidas, entrar em contato pelo telefone: (19) 37414128 (Plantão Supervisão).

CURSO INTRODUÇÃO DIREITOS HUMANOS E ECA




As inscrições serão realizadas por adesão, de 24 a 30 de agosto de 2015, por meio de formulário a ser disponibilizado no hotsite do curso: www.escoladeformacao.sp.gov.br/direitoshumanos
As vagas serão preenchidas por ordem de inscrição até o último dia de inscrições ou até seu preenchimento  total, o que acontecer primeiro!

Como realizar a inscrição:
Para realizar a inscrição, os interessados devem ler na íntegra o Regulamento, assistir ao vídeo de apresentação do curso e, por fim, clicar no link correspondente ao formulário de inscrição, disponível no próprio vídeo “Conheça o curso”

Utilizar, no campo “Usuário”, o CPF (com 11 dígitos, sem pontos ou hífen) e, no campo “Senha”, o RG (sem pontos ou hífen) ou senha pessoal utilizada em outras ferramentas da Rede do Saber/EFAP.
Atenção: As inscrições serão realizadas por adesão; portanto, cabe a cada profissional interessado inscrever-se!

Para mais informações consultem, em breve, o Regulamento. Em caso de dúvidas, enviem um chamado à equipe do curso pelo canal “Fale Conosco”.

Contamos com a participação de todos os interessados!

ALUNO CLASSIFICADO CONCURSO REDAÇÃO EPTV NA ESCOLA



Aluno Mauro Gabriel Silva Rodrigues da 8ª série A e a Professora de português Nanci 



segunda-feira, 17 de agosto de 2015

OBMEP - CLASSIFICADOS PARA 2ª FASE


Relação dos Alunos Classificados


Código: 35914873             Escola: UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS PROF
Município: CAMPINAS,     UF: SP

Os alunos dessa escola farão a prova da 2a Fase no seguinte CENTRO DE APLICAÇÃO:
Cadastrar professor

Centro de Aplicação: JOAO LOURENCO RODRIGUES PROF


Endereço: RUA EMILIO RIBAS, 00710, CAMBUI, - CAMPINAS, SP


Data da Prova e Horário:

Dia 12 de Setembro - Sábado - 14:30h. 


Os alunos relacionados abaixo deverão apresentar-se, no Centro descrito acima, portando documento original de identidade(carteira de identidade ou certidão de nascimento ou carteira escolar) e o cartão informativo da OBMEP (enviado a todas as escolas via postal).
É recomendável que o aluno se apresente no CENTRO DE APLICAÇÃO com, pelo menos, trinta minutos de antecedência. 





quarta-feira, 12 de agosto de 2015

ASFALTO: MAIS UM CAPÍTULO





PRESERVAÇÃO
Congeapa autoriza asfalto vias de acesso a áreas de proteção ambiental
Os bairros Carlos Gomes, Gargantilha e Monte Belo, que ficam em área rural na região Leste, poderão ser pavimentados com sistema que preserve a área


O Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental de Campinas (Congeapa) autorizou a pavimentação das vias que dão acesso aos bairros Carlos Gomes, Gargantilha e Monte Belo, que ficam em área rural na região Leste. A decisão foi tomada com base em pedido de moradores, que reivindicam a melhoria há mais de 20 anos.
A Prefeitura precisa apresentar um plano de obras que obedeça a preservação ambiental da região, que é uma Área de Preservação Permanente (APA) e por isso não poderia ser asfaltada.
O projeto deverá conter principalmente sistemas de drenagem que permitam a infiltração das águas superficiais, para evitar erosões e carregamento de sedimentos para o leito do rio, além de medidas que visem garantir a segurança do trânsito de veículos, de pedestres, de ciclistas e da fauna. A Administração tem 90 dias para apresentar o projeto ao Congeapa.
Segundo o presidente do Congeapa, Rafael Duarte Moya, até então a liberação da pavimentação esbarrava na Lei Municipal 10.850/2001, que colocava algumas restrições, entre elas a de que a pavimentação da via fosse de piso intertravado.
Porém, segundo Moya, em dezembro do ano passado a Câmara aprovou um substitutivo total ao projeto de lei complementar do vereador Luís Henrique Cirilo (PSDB) que autoriza a pavimentação “articulada” nos bairros, inclusive acessos.
Com base nessa modificação da lei da APA, o Congeapa criou a Resolução 05, que possibilita a pavimentação das vias por onde circulam os ônibus. “Não éramos contra a pavimentação até porque estradas em má conservação, mesmo que de terra, também geram um impacto ambiental muito grande. Temos que pensar na preservação ambiental como um todo, inclusive na qualidade de vida dos moradores”, disse Moya.
As condições estabelecidas pelo órgão para a melhoria nas vias nas áreas de preservação foram publicadas anteontem no Diário Oficial do Município. Pelo projeto, a pavimentação deverá ser feita em ao menos 8km dentro da área da APA, que abrange os bairros Monte Belo, Gargantilha e Carlos Gomes até o Rio Atibaia, e outros 2km na Estrada de Carlos Gomes que vai desde o Rio Atibaia até a Rodovia Governador Adhemar de Barros (SP-340).
“Essa resolução é válida apenas para a linha de ônibus e a pavimentação pode ser de massa asfáltica”, destacou o presidente do Congeapa. “O conselho está executando o papel dele e esperamos que a Prefeitura cumpra com o prazo determinado. Nunca nos impusemos com a pavimentação. Temos preocupação com o meio ambiente e com a população local”, frisou.

Drama diário
Para os moradores, a pavimentação pelo menos do itinerário do ônibus vai acabar com parte do drama vivido por eles. A poeira, o lamaçal e o péssimo estado de conservação das estradas são as principais queixas. Em época de seca, a poeira toma conta das casas, do ônibus que circula pelos bairros, dos veículos e até do postinho de saúde do bairro Carlos Gomes.
O movimento de caminhões e carros que desviam do pedágio contribui para aumentar a poeira, principalmente no bairro Carlos Gomes.
“A gente não vence limpar a casa, sem contar que também adoecemos com essa poeira. Tenho asma e fico pior com este tempo seco”, disse a dona de casa Neusi Boaventura Primo, de 54 anos, que mora no Carlos Gomes há 28 anos.
Já em períodos de chuvas, a lama é responsável pelos atolamentos dos carros, em especial do ônibus. “A gente não consegue caminhar pela estrada. É um drama. Trabalhei 27 anos como vigilante e não via a hora de me aposentar para não sofrer nessas estradas”, desabafou o aposentado Manoel Costa Primo, de 59 anos.
A estrada que corta os três bairros e serve de acesso de saída dos moradores possui pedras grandes espalhadas pela via, valas e trechos com erosões. “Quem compra um carro novo tem que deixar na garagem, pois se usa, em um mês ele estará quebrado”, disse o presidente da Associação dos Moradores do bairro Carlos Gomes e adjacentes, José Aparecido de Lima.

“Asfaltar a via principal é tudo para nós. É o resgate de nossa dignidade. É poder tomar um banho, colocar uma roupa e chegar no centro de Campinas limpo. É pegar o ônibus e ter a certeza que vamos chegar no destino sem que ele quebre”, resumiu a dona de casa Maria Ananias Ferreira de Souza, a Dona Nana, de 66 anos, que mora no bairro há 42 anos e sempre sonhou com a pavimentação.



terça-feira, 11 de agosto de 2015

IMAGEM


CONVITE - OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO


Retransmitimos Convite da FEAC - Observatório da Educação (CCE). Se houver algum interessado em participar do evento favor encaminhar nome para declt@educacao.sp.gov.br , até as 10 horas do dia 12/8.

 Convite - Lançamento de publicações do Observatório da Educação (CCE)
Gostaríamos de convidar sua Escola para participar do evento de lançamento de duas publicações do Observatório da Educação de Campinas, vinculado ao Compromisso Campinas pela Educação: ‘Pontos e contrapontos do ensino e da aprendizagem de Língua Portuguesa/Leitura na perspectiva da avaliação da Prova Brasil’ e ‘Pontos e contrapontos do ensino e da aprendizagem de Matemática na perspectiva da avaliação da Prova Brasil’.
O evento acontecerá na noite do dia 12 de agosto, na Fundação FEAC, e que tem como principais públicos professores e coordenadores das disciplinas em questão.
O Observatório da Educação de Campinas, por meio da pesquisadora Stella Silva Telles, realizou um estudo de organização de dados referentes à educação no município de Campinas, com o objetivo de instrumentalizar a população a respeito da situação educacional no território e contribuir com mais dados além dos já apresentados no diagnóstico elaborado pela SME para o Plano Municipal da Educação. 

Cordialmente,